Você já ouviu falar em “shadowban” no Instagram? Se você é antenado com as novidades da rede social mais badalada do momento, deve ter ouvido. Se não, não tem problema, neste texto vou falar sobre o que é shadowban e como sua conta no Instagram pode ser afetada pela “sombra do esquecimento”. hehe

É importante você estar ciente que o Instagram é movido por algoritmos. Se você não faz muita ideia do que é e como ele funciona, recomendo você ler o texto abaixo:

COMO FUNCIONA O ALGORITMO DO INSTAGRAM? DESCUBRA POR QUE SEUS POSTS PERDERAM ALCANCE

Agora que você sabe como funciona o algoritmo do Instagram, saiba que ele também atua como polícia da rede social. O objetivo é manter a experiência do usuário mais verdadeira e justa possível evitando o uso abusivo da rede social.

Quando o Algoritmo nota algo fora do normal, ele vai lá, analisa aquele comportamento e dependendo do caso, colocar aquela conta em “shadowban”, que nada mais é que reduzir drasticamente o alcance da conta como forma de punição, ou simplesmente de proteção aos outros usuários, visto que essa conta pode estar usando de má fé. Nunca se sabe.

Antes de aprofundar no assunto é importante dizer que nem toda perda de alcance é shadowban. Pode ser simplesmente que suas estratégias (se é que você tem alguma) estejam falhando, seu conteúdo não anda tão bom, enfim. Muitos motivos. Portanto, se você não vem cometendo nenhuma infração, provavelmente você não caiu em shadowban.

Mas o que são considerados comportamentos anormais? Simplesmente TUDO que um usuário normal não faria ou não teria condições de fazer. A seguir eu pontuo alguns desses comportamentos anormais que podem te jogar na temida shadowban.

 

1. Seguir e deixar de seguir usuários

 

Não sei se você sabe, mas há um limite de contas que você pode seguir no Instagram. Esse número é 7500 perfis. Depois de chegar a esse limite, você precisa deixar de seguir alguém pra poder seguir outra pessoa.

Essa regra faz todo o sentido, pois é humanamente impossível que alguém consiga interagir com um volume tão grande de conteúdo! No entanto, até o momento não há limites para o número de pessoas que podem seguir o seu perfil.

O Instagram também possui regras bem rígidas sobre o número de pessoas que você pode seguir e deixar de seguir num determinado espaço de tempo. Esse número é diferente entre contas mais recentes e com menor número de seguidores e contas mais antigas e com mais seguidores.

Contas mais novas tem limites menores de quantas pessoas podem ser seguidas por hora ou por dia, bem como contas menores – com menos seguidores – também.

É importante dizer que, apesar de alguns desses números serem assumidos publicamente pelo Instagram, muitas dessas informações não são claramente definidos em nenhum lugar, portanto, nesse momento, é importante considerarmos a lógica e o bom senso.

Os dados mais bem confirmados indicam um número de 30 seguidas por hora e 800 seguidas por dia. Esse supostamente o número máximo aceitável pelo Instagram, mas como já disse, esse número pode variar para mais ou para menos de acordo com a idade e tamanho da conta.

Então se você acaba ultrapassando esses valores, pode sinalizar comportamento anormal para o algoritmo e acabar sendo jogado em shadowban.

Luz amarela bem acesa para quem usa aplicativos para deixar de seguir um número grande de pessoas ao mesmo tempo. Isso pode sinalizar um comportamento anormal e sua conta pode acabar sendo jogada em shadowban.

A dica para quem usa esses aplicativos é respeitar o número de gente que você deixa de seguir ao mesmo tempo e de preferência, abrir o Instagram e deixar de seguir direto pelo Instagram e não pelo app.

 

2. Número de curtidas

 

O limite do número de curtidas é um dos mais claramente definidos pelo Instagram. São 350 curtidas por hora. Se você extrapolar esse número, é bem provável que sua conta seja sinalizada por atividade de spam e seu acesso ficará restrito por 24h. Se você continuar incorrendo nessa infração, poderá ser penalizado por mais tempo e chegar até a trágica desativação PERMANENTE da sua conta.

Ficou com medo? Não é pra tanto. Faça os cálculos comigo. 350 curtidas por hora são cerca de seis curtidas por minuto ou uma a cada 10 segundos. Qual ser humano ficaria por uma hora inteira descendo o feed e gostando de tantos posts ao mesmo tempo? Dificilmente um humano excederia esse número, a menos que você esteja usando um serviço de automação e a gente sabe que esses serviços violam os termos de uso do Instagram.

Então se você não quer cair na malha fina, não use esses serviços ou os use com muita cautela, evitando curtir um número gigantesco de fotos que um humano jamais conseguiria fazer no mesmo espaço de tempo.

 

3. Deixar comentários em posts do Instagram

 

Mais uma vez não há números exatos sobre quantos comentários podemos fazer no Instagram sem sermos punidos como spammer. Um limite bem conservador seria 100 comentários por dia.

Mas bem mais importante que o número de comentários totais, é a qualidade desses comentários. O Instagram deixa claro explicitamente que você não deve marcar mais de cinco pessoas em um mesmo comentário e você não deve postar o mesmo comentário repetidas vezes (copiar e colar) incluindo comentários com emojis.

Alguns serviços de automação oferecem a opção de comentar automaticamente e muitas vezes os comentários entram em postagens que não fazem o menor sentido ou são superficiais como “que post incrível” ou “amei”. Aí se a pessoa postou sobre a morte de um parente ou uma tragédia, pensa na saia justa. Nestes casos, o dono do post pode apagar o comentário ou marcar como spam. Já arruma sua mala para ir pra shadowban. No entanto, mesmo que o dono do post não denuncie o comentário, o próprio algoritmo pode identificar sua ação um tanto quanto suspeita e punir a sua conta.

 

4. Mensagens diretas

 

O Instagram também tem números rígidos para o número de mensagens que você pode enviar no privado. Você pode enviar uma mensagem direta para uma pessoa de cada vez ou para um grupo de até 32 pessoa incluindo você. Grupos com mais de 32 pessoas não são permitidos.

Quando você clica no aviãozinho embaixo de um post, abre uma aba para enviar a publicação para algumas pessoas. Ali aparecem 30 perfis, o que sinaliza para o limite máximo de mensagens enviadas de uma única vez.

Outro ponto importante diz respeito ao serviço de automação que envia mensagens padronizadas para novos seguidores. A mesma mensagem enviada várias vezes pode acabar sendo classificada como spam pelo Instagram.  

 

5. Número de hashtags em um post

 

O Instagram regula abertamente o número de hashtags possíveis em um post em 30. Se na sua legenda você ultrapassar o número de trinta, sua foto será publicada sem legenda!!! Há lendas que dizem que usar muitas hashstags favorece o shadowban, mas não há nada que prove isso. O que pode acontecer é você usar hashstags muito populares e genéricas e suas fotos ficarem perdidas no mar de fotos com as mesmas hashtags. Perde totalmente a relevância.

Outro fator ainda nesse assunto é a importância de hashtags relacionadas ao seu post e imagem. Usar hashtags de comida em uma foto de cachorro pode até parecer inofensivo, mas se os usuários abrem essa hashtag e a sua foto aparece, elem podem clicar nos três pontinhos e selecionar “não mostrar para essa hashtag” deixando claro que seu post não tem nada a ver, e aí sim, você perde relevância e o shadowban poder seu próximo destino.

Há usuários que tentam dobrar o número de hashtags em posts incluíndo 30 na legenda e depois tentam inserir mais trinta nos cometários. Algumas vezes isso é até possível, mas o Instagram só vai considerar as trinta primeiras hashtags do post, logo, o máximo que essa ação fará é poluir o seu post, além de despertar a fúria do algoritmo heh.

Em tempo, colocar hashtags nos comentários ao invés de na legenda não tem efeito prático nenhum. No entanto, eu ainda prefiro colocar na legenda para garantir que o post seja rankeado na hashtag assim que publicado. Choices.

Ainda sobre hashtags, há informações (não oficiais) que usar hashtags banidas do Instagram também pode levar a cair em shadowban. Penso que a menos que você use essa hashtag com frequência, isso não é fato. Claro, antes de usar uma hashtag só por que ela está popular, verifique qual a utilidade dela, principalmente se for em inglês (como na maioria das vezes). Hashtags com conotação sexual, apologia a crimes, drogas e pornografia infantil podem trazer graves problemas sim. Nunca é demais verificar.

A dica é clicar na hashtag. Se a galeria dela estiver ok, sem restrições, então não há o que temer. 😉

 

6. Marcar pessoas na foto

 

Modinha nos perfis de viagens e aventuras sedentos por um destaque, a tática de marcar perfis grandes nas fotos pode ser excelente ou um grande tiro no pé. Você pode marcar até 20 pessoas numa foto do Instagram, mas isso não quer dizer que deva, pelo menos, não sempre.

Não sei se você sabe, mas no perfil há uma aba para ver as fotos em que você foi marcado. É automático, todas as fotos em que você foi marcado vão aparecer ali, mas você tem a opção de se desmarcar. É aí onde reside o perigo. Se você andou marcando perfis que não te seguem e não tem um relacionamento real com você só pra ganhar aquele like básico ou um destaque na galeria, não custa nada ir lá no perfil e conferir se a sua foto continua aparecendo na aba Fotos marcadas.

Se a sua foto não estiver lá, significa que aquele perfil removeu a marcação. Quando isso acontece algumas vezes e com perfis diferentes, pode sinalizar ação de spam para o algoritmo do Instagram e olha só, você vai ser destacado no limbo do shadowban. Rs

Concluindo…

Como você pode ver, há muitas restrições impostas pelo Instagram, claro, com o objetivo de que a gente tenha a melhor experiência na rede social. Espero que fique claro os motivos reais de um possível shadowban e que nem toda queda de alcance significa punição. Que você tire proveito dessas informações para fazer de sua conta do Instagram um sucesso!

 

Chuva de likes pra você 😉

 

Até a próxima!

VOCÊ PODE GOSTAR DE LER TAMBÉM

DEIXE UM COMENTÁRIO